Percebi que a TV fala pouco sobre a eficácia do Limão, e que quando a TV toca no assunto: LIMÃO, eles sempre arrumam alguém para dizer que: “O Limão é bom, mas deve se ingerir pouco”.

A Tv esconde a eficácia do Limão para as industrias farmacêuticas não caírem na falência.

Hoje, sempre tento combater  quase todos os tipos de doenças com o Limão, tomo em média 15 a 20 Limões por mês,  e posso afirmar, raramente eu espirro!


Muita gente pensa que, pelo limão apresentar sabor ácido, causa danos ao estômago e, portanto, deve ser evitado no tratamento de qualquer tipo de acidez ou problemas digestivos.

Muita gente também pensa que o limão provoca gastrite, que pode acidificar o sangue,  que pode enfraquecer o organismo.... E por isso evita tomar se quer tomar um copo de suco.

Hoje posso afirmar que o limão é verdadeiramente a Fruta mais importante que temos na natureza.  E muito pelo contrario do que muitas pessoas pensam, o limão é um MULTI-REMÉDIO NATURAL.
 

Só Pra Começar:

O Limão Cura / Evita a Gripe

O Limão é um DIPIRONA NATURAL (Combate a Febre)

O Limão Lava / Limpa o intestino

 

O Limão  Ajuda na digestão

O Limão elimina a gordura do intestino

O Limão é um Expectorante Natural

O Limão Protege a garganta contra inflamação


Texto: SUPREMA VERDADE

 

FAÇA PARTE DA NOSSA COMUNIDADE NO ORKUT, AJUDE-NOS A LEVAR A SUPREMA VERDADE AO MUNDO.

QUANTAS PESSOAS ALIENADAS, PRESAS A TELEVISÃO, PRESAS AO SISTEMA, ELAS PRECISAM DA SUA AJUDA, MOSTRE A SUPREMA VERDADE A QUEM VOCÊ CONHECE.

 

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=113325728

Veja Mais:

Composição

 

Entre os frutos conhecidos e disponíveis, é o que apresenta o mais elevado índice de radioatividade natural e benéfica (85%), sendo seguido pela uva moscatel ácida e pelo ananás (74%).

 

Podemos dizer que existem cerca de 70 variedades. Todas são portadoras de uma enorme capacidade vitamínica e de dinamismo no nosso metabolismo interno.

 

- Contém vitamina B1, B2 e B3, provitamina A (caroteno), que se encontra principalmente na casca e, vitamina A na polpa fresca e sumo.

 

- É riquíssimo em vitamina C (40 a 50mg/100gr de fruto), que joga um papel inestimável nos fenômenos óxido-redutores, beneficiando, concomitantemente, o desempenho das glândulas endócrinas. Por essa razão, é indispensável a sua ingestão diária.

 

- Possui vitamina PP, que age protegendo e tonificando o sistema vascular, e vitamina I que é um preventivo das pneumonias.

 

- Contém grandes quantidades de sais minerais e oligoelementos como o cálcio, ferro, silício, fósforo, cobre, magnésio e iodo.

 

- Encontram-se apreciáveis percentagens de ácidos cítricos e málico, além de pequenas quantidades de ácido acético, fórmico e de citratos de potássio e de sódio.

 

- É portador de glucose e frutose diretamente assimiláveis, bem como de sacarose.

 

- Contém gomas, mucilagem e algumas albuminas.

Propriedades

 

Através de estudos prolongados, constatou-se que o uso do limão estimula a produção do carbonato de potássio no organismo, promovendo a neutralização de acidez do meio humoral. Efetivamente, apesar de no estado livre ter como princípio ativo o poderoso ácido cítrico, este, em contacto com o meio celular, no interior do nosso organismo, é transformado durante a digestão e comporta-se como um alcalinizante, ou seja, um neutralizante da acidez interna.

 

Os seus diversos sais, por seu turno, convertem-se em carbonatos e bicarbonatos de cálcio, potássio, etc, os quais concorrem para acentuar positivamente a alcalinidade do sangue.

 

Um dos efeitos notáveis do limão é, por exemplo, o de combater o ácido úrico - temível inimigo (tantas vezes letal) de muitos cidadãos quando chegam a uma idade mais "respeitável".

Tomado pela manhã, em jejum (10 a 20 minutos antes do desjejum), descongestiona e desintoxica o organismo e, se usado com regularidade, erradicará por completo todos os uratos.

Deste modo, é evidente a sua grande valia nas diversas patologias reumáticas e artríticas. Com efeito, a ingestão da dieta de limões (ver abaixo), aumenta na urina a excreção de ácido úrico, uréia e ácido fosfórico.

 

Seu uso Interno (como também externo) é muito útil na regeneração dos tecidos inflamados das mucosas, reconduzindo ao estado e funcionamento normal de todos os órgãos do aparelho digestivo.

 

Nas afecções gastro intestinais, os ácidos do limão destroem os germes e as bactérias nocivas que se libertam e que contribuem para gerar as ulcerações. Ainda combate as fermentações e os gases.

 

É um amigo do pâncreas e, malgrado certas apreensões quanto a supostas incompatibilidades com o sistema bilioso, revela-se um expurgador e um tonificante do fígado e da vesícula.

 

Relativamente ao aparelho genito-urinário, bem como ao sistema cardiovascular, é igualmente um poderosíssimo eliminador de toxinas e um tônico privilegiado. Tem, assim, ação que impede e neutraliza a proliferação das tão temidas afecções arterioscleróticas.

 

Gargarejos do seu suco fresco são benéficos para todos os tipos de afecções do trato nasofaríngeo, bem como para laringites e gengivites. Inalado (puro ou diluído), é um bom desinfetante nas rinites e sinusites.

Indicações de uso Interno

 

. Asma; Enfisema (paralelamente com a terapia do limão, deve erradicar-se os regimes hiperprotéicos)

 

. Infecções pulmonares, Tuberculose pulmonar e óssea, Bronquite crônica, Constipações e Gripes

 

. Afecções Cardiovasculares, Varizes e Flebites

 

. Fragilidade capilar; Dermatites várias, Prurido, Eczema e Despigmentação

 

. Hiperviscosidade sanguínea (fluidificante sanguíneo)

 

. Doenças infecciosas (coadjuvante no tratamento de mononucleoses, leucocitoses, blenorragias, sífilis, etc.)

 

. Paludismo e Piorréia alvéolo dental

 

. Febres (infusão de folhas de limoeiro e/ou cascas do fruto, podendo juntar-se o suco)

 

. Gastrites, Dispepsias e Aerofagias (também se podem mastigar finas lascas da casca do citrino)

 

. Úlceras de estômago e do duodeno, Esofagite de refluxo

 

. Insuficiência hepática e pancreática; Icterícia e congestão hepática (utilização e quantidades adaptados a cada caso)

 

. Desinteria, Diarréias, Febre tifóide e Hemorróidas

 

. Colites, Meteorismo e Parasitas intestinais (ralar a casca do limão e fervê-la em água, com ou sem açúcar)

 

. Fortalecedor da visão, Glaucoma e Hipertensão ocular

 

. Hemorragias, Hemofilia e Escorbuto

 

. Astenia, Anemias e Desmineralizações (aumenta a capacidade imunológica)

 

. Amamentação, Obesidade e Disfunções metabólicas (reequilibrante)

 

. Hipertensão arterial; hipotensão arterial (regulador da pressão)

 

. Afecções do sistema nervoso (fortalece e equilibra. As flores do limoeiro são também muito benéficas)

 

. Diabetes, Leucemia (preventivo), Cancro (preventivo), Enfarte (preventivo) e Tromboses; embolias (preventivo)

 

. Escleroses, Arteriosclerose, Doenças reumáticas e Artrites

 

. Descalcificações, Linfatismo e Ascites

 

. Retenções urinárias e Litíase urinária e biliar . Prevenção de epidemias, Antitóxico; Antivenenos

Tratamento Intensivo com o suco do Limão

 

Enumeramos, acima, muitos dos casos que se beneficiam com o uso regular do limão. No entanto, uma utilização intensiva é especialmente indicada nos reumatismos e doenças afins, na asma, enfisemas, doenças agudas, e afecções do sistema digestivo.

 

Começa-se o tratamento pela ingestão do suco de 1 limão puro sem adoçar. Vai-se aumentando a dose ao longo de 10 dias consecutivos, até chegar ao suco de 10 limões, distribuídos ao longo do dia, antes das refeições (10 a 20 minutos).

 

A partir do 10º dia decrescem as doses em equivalente proporção até chegar ao 19º dia, altura em que, tal como inicialmente, se deverá tomar o suco de apenas 1 limão.       

 

Importante:

 

1) Convém, em seguida a cada toma, bochechar bem a boca com água pura, pois a acidez do limão pode atacar o esmalte dos dentes. Mas uma dica fantástica é ingerir o suco com CANUDINHO. Ele vai evitar o contato com os dentes e também o sabor acentuado que permaneceria na boca por uns bons minutos.

 

2) Convém lavar as mãos com bastante água corrente imediatamente após seu manuseio com o limão, principalmente se você irá ter contato com o sol. Caso contrário você poderá ter manchas na pele.

 

3) Observar que este regime não é radical, sendo adaptável de acordo com as naturezas individuais e as circunstâncias específicas. Pode, com vantagem, observar-se no início da Primavera, do Outono ou do Inverno.

 

Estas recomendações não eliminam a consulta médica.

 

É importante lembrar que este é um tratamento alternativo, e não substitui um tratamento alopático e as recomendações médicas. Também não garante a cura (nem os alopáticos garantem), mas uma possibilidade de ajuda para o organismo, ao oferecer-lhe um espaço de purificação. O suco fresco do limão é um alimento altamente purificador e desintoxicante.

 

Um cuidado importante:

 

Ao manusear o limão ou qualquer fruta cítrica, deve-se lavar muito bem as mãos e o local onde foi realizado o uso externo, antes de se expor ao sol. Caso contrário irão se formar manchas escuras na pele.

 

De qualquer forma, mesmo com a pele muito bem lavada, evitar tomar sol diretamente. Não esquecer nunca de usar o seu filtro solar.

 

Dicas de uso interno - USAR CANUDINHO

 

- Bater o suco fresco dos limões com água geladinha, folhas de hortelã (ou outra erva aromática) e umas 6 uvas passa.

 

- Bater o suco fresco dos limões com água geladinha, suco de 1 laranja e 1 colher de sobremesa de germe de trigo (ou farelo de aveia).

Apoiamos: